E você, vai de quê?

12 mar

Para escrever um blog juntas nós precisamos ter muita sintonia e afinidades em comum. Por isso, nossa parceria se estende além da internet e é visível também em nossa personalidade. Costumamos ir para os mesmos lugares, gostamos basicamente das mesmas coisas e temos estilos parecidos.

Mas em uma coisa somos bem diferente – o salto alto.

Enquanto Naty não vai para nenhuma festa sem uns 10 centímetros de salto alto, Raisa prefere o conforto de calçados baixinhos. Resolvemos então propor uma à outra a abrir a cabeça e descobrir os pontos positivos de cada um esses dois estilos.

Raisa:

Eu adoro salto. Realmente a mulher fica com a postura mais elegante, mais alta e as vezes até mesmo superior aos meros mortais que continuam com os pés no nível do chão. Mas uma coisa é certo: mulher sofre pra ficar bonita, e os saltos contribuem pra isso. Esses sapatos tão lindos são, em sua maioria, bastante desconfortáveis.
Lógico que há excessões, mas pessoalmente eu já desisti de usar salto depois de ter que ir embora mais cedo de tantas festas ou ser obrigada a tirar o sapato e ficar descalça. Talvez seja o formato dos meus pés ou até mesmo escolhas erradas, mas o fato é que hoje eu não tento mais usar o que  me machuca só pra me sentir mais bonita. Depois que eu escolhi o conforto em primeiro lugar, descobri que isso não significa deixar a beleza, elegância e o charme para trás – é possível ficar linda e chamar atenção com sapatos baixos que de básicos não têm mais nada.

As opções são muitas! A começar pelas rasteirinhas, que são a cara do verão.
Essas sandálias são abertas, e por isso combinam com looks mais fresquinhos e soltos, como macacões, pantalonas, vestidos e saias longas. Podem ser feitas de couro, artesanato, em modelo gladiador ou em versões luxuosas com pedrarias e cristais, possibilitando o uso até em ocasiões mais chiques.

No inverno a preferência é pelos sapatos mais fechados, como o modelo Oxford. O sapato inicialmente criado para os homens, caiu no gosto da mulherada com versões super femininas e trabalhadas. Os tênis vintages são ótimas opções para os mais estilosos, assim como as botinhas ou sandálias abotinadas.

Para o dia-a-dia, as sapatilhas são quase uma unanimidade. Elas podem ser básicas para o trabalho ou elaboradas para a noite. São perfeitas para ir a um happy-hour direto do serviço ou para um restaurante.

Se você não se sente segura para andar de salto, ou assim como eu, prefere se sentir confortável, não tenha medo de abusar dos calçados baixos, afinal o que vale é se sentir bem consigo mesma e se destacar na multidão do seu jeito.

Nathalia:

Claro que nenhuma mulher no mundo precisa usar salto para ficar bonita. Mas isso também não quer dizer que um belo salto alto não faça toda a diferença.
Fora isso, o fato de usar um sapato com salto não significa que você precise morrer de dor meia hora depois de calçá-lo.
Existem ótimas (e bonitas!) opções para aquelas que gostam dos saltos, mas querem aproveitar a festa sem se preocupar com dores, bolhas ou incômodos.

Sandálias e sapatos com salto plataforma, por exemplo, são boas pedidas para quem quer ganhar alguns bons centímetros. Esses saltos deixam o pé inteiro em um mesmo nível e diminui o impacto causado pela altura. Só um cuidado: a famosa “virada no pé” com esse tipo de salto pode ser fatal!
Também pode-se juntar o salto plataforma, com a última tendência em sapato – a cortiça.
Não gosta da cortiça? Tudo bem, você não está sozinha no mundo. Confesso que não sou a fã número 1 desse material, mas não deixa de ser uma opção criativa de usar o salto alto de maneira mais leve no verão.

Além disso, ninguém precisa de um salto 15 centímetros pra ser feliz, né?! Um salto mais baixo faz o serviço muito bem e transforma um modelito simples, em algo descolado e elegante. Existem centenas de modelos de sapatos com saltos mais baixos que não perdem a beleza e são mega confortáveis. Fora os saltos grossos, que ajudam no equilíbrio e aumentam o conforto!

E para o final, os meus favoritos! Além de lindos e atuais, os sapatos com meia pata diminuem o efeito do salto. A meia pata faz com que a parte da frente do pé não fique em um nível tão diferente da parte de trás, e com isso, os sapatos se tornam mais confortável.

E aí, te convencemos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: